Noticias

01/04/2021 12:00

AMM pede ajuda do Exército para controlar aglomerações nos municípios

Redação do GD

redacao@gazetadigital.com.br

A Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) solicitou o apoio do 13º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército para auxiliar os prefeitos a conter as aglomerações. O Exército daria apoio para o cumprimento das medidas de biossegurança impostas para conter o avanço da covid-19.

No documento encaminhado ao general Reinaldo Salgado Beato, o presidente da AMM, Neurilan Fraga, afirma que o apoio é necessário diante do cenário de colapso na saúde pública, o que não tem impedido as pessoas de continuarem com aglomerações e festas clandestinas.

Leia também - MP requer na Justiça que Estado adote medidas 'realmente' essenciais por 14 dias

 

"Precisamos do apoio do Exército brasileiro para que a população cumpra as medidas de biossegurança e seja garantida a restrição na circulação de pessoas", explica Neurilan.

 

A ajuda dos militares é necessária, segundo Fraga, porque a maioria dos municípios não possuem guarda municipal para dar apoio às equipes de fiscalização.

 

"Então não adianta baixar medidas e mais medidas se a população não respeitar as restrições. Temos que adotar ações mais ostensivas e para isso é fundamental contar com um aparato de segurança para garantir resultados nesse trabalho", enfatiza o presidente da AMM.

 

Na última semana a AMM solicitou que a Bancada Federal de Mato Grosso, o governo do Estado e a Assembleia Legislativa também intermediassem a negociação para que o Exército fosse para os municípios auxiliar no controle das aglomerações.

 

Além do Exército, a AMM também pede apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para melhorar a atuação nas barreiras sanitárias nas entras das cidades polo, principalmente nos feriados e fins de semana. (Com informações da assessoria)


Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo